Como calcular reajuste salarial? Confira as melhores dicas!

Dentre os principais desafios na rotina do departamento pessoal de uma empresa, podemos destacar o cálculo de reajuste salarial.  

Apesar de estar sempre presente no ecossistema empresarial, muitos têm dúvidas sobre como funciona o reajuste salarial, o que diz a lei etc.  

Se você se encaixa neste perfil, continue lendo, entenda o que é reajuste salarial, como calcular, quem tem direito ao reajuste e muito mais!

Clique para acessar o site do MIXTRA e realizar gestão de consignados.

Reajuste salarial: o que é? 

Essa talvez seja uma das perguntas que mais costumamos ouvir, não apenas de colaboradores, mas de muitas empresas também. 

É importante dizer que se trata de um direito ao reajuste salário direto em folha de pagamento garantido em carteira CLT (Consolidação das Leis de Trabalho) a todo colaborador registrado.  

Sendo assim, o que diz a lei é que tal reajuste deve ser realizado anualmente, obrigando empresas e sindicatos profissionais a entrarem em acordo referente ao valor do aumento salarial.  

Homem negro e ruivo olhando para notebook, com expressão séria. Ao redor, papéis.
O reajuste salarial é um direito do trabalhador e deve ser feito de acordo com a lei.

Dessa forma, o direito ao reajuste busca garantir que os colaboradores tenham uma remuneração adequada para suprir a realidade econômica vigente. Por essa razão, todo ano acontece a revisão do valor, na busca de garantir o contínuo poder de compra do trabalhador.  

Não existe nenhuma regra ou obrigatoriedade legal que exija a realização do reajuste em um período específico. No entanto, comumente empresas realizam o aumento salarial durante o mês de maio.  

Isso tende a variar de acordo com o sindicato de cada categoria. O valor do reajuste também é muda conforme a data de contratação do trabalhador. 

Ah, mas vale lembrar: para ter direito ao reajuste não precisa ser apenas via sindicato. Casos de promoções de cargo e troca de funções também são passíveis de aumento salarial espontâneo por parte da empresa. 

Qual o intervalo de tempo para que o reajuste salarial aconteça?

O reajuste salarial não tem período definido para acontecer. Ele dependerá do acordo realizado entre sindicato, colaboradores e empresas. Geralmente, essa definição acontece nos primeiros meses do ano (até no máximo maio ou junho).

Como funciona o reajuste salarial?  

Como dito anteriormente, não existe regra ou mês específico para que o reajuste ocorra. Entretanto, a data-base deve ser o 1° dia do mês definido.  

Homem negro de terno lendo anotações de caderno, com notebook à sua frente.
Antes de realizar o reajuste, garanta que o departamento pessoal esteja alinhado às legalidades.

Porém, definir um valor de reajuste não é tão simples assim. Envolve todo um processo que engloba empresas, sindicatos e trabalhadores, na busca de um valor justo para todos.  

Nos casos em que a empresa se dispõe a fazer um reajuste espontâneo, e seja menor do que o reajuste definido, o trabalhador deverá receber a diferença.  

Como calcular o reajuste salarial? 

Como comentado, realizar o reajuste é uma tarefa que envolve vários processos, a fim de que seja benéfico para empresa e colaborador. Para te ajudar, separamos algumas dicas de como fazer isso: 

Informe-se 

O primeiro passo para começar o cálculo do reajuste salarial é se informar. Vale lembrar que o cálculo vai depender estritamente do valor definido junto ao sindicato. Por isso, esteja sempre atualizado com as regulamentações da categoria em que atua.  

Acompanhe de perto os processos para definição de valores e mantenha sempre a cordialidade e, claro, diplomacia com os sindicatos. Garanta a plena legalidade da sua empresa e fique livre de processos trabalhistas.   

Prepare a equipe 

Equipe de trabalho composta de homens e mulheres, ao computador, sorrindo enquanto trabalham.
Com as leis em constante atualização, é importante que o departamento pessoal pesquise e estude sempre.

A comunicação é sempre a melhor aliada dos ambientes corporativos. Por isso, mantenha sempre a equipe atualizada, desde o momento em que for definido o reajuste até o momento em que o aumento salarial for efetuado na folha de pagamento. Assim você também tende a evitar problemas com comunicação falha ou inefetiva no futuro.  

Atualize a folha de pagamento 

Todo reajuste, independente do valor, deve ser atualizado na folha de pagamento. Sendo assim, busque organizar a folha para não sofrer com impactos imprevistos no orçamento da empresa. Para isso, vale analisar sempre o histórico de reajustes e, claro, estar sempre atento a como calcular o reajuste salarial pela inflação vigente.  

Oriente o RH 

Para deixar todo o processo nivelado é importante também orientar o RH sobre o que diz a lei, como funciona o reajuste salarial e afins. Os profissionais do departamento precisam estar aptos a responder dúvidas dos colaboradores e, claro, estarem preparados para o aumento salarial na folha de pagamento.   

Tipos de alteração salarial 

Como dito, não é necessário depender de um reajuste sindical para promover aumento salarial em uma equipe. Separamos algumas situações em que é possível fazer tal reajuste:  

Fim do período de experiência 

Os três primeiros meses de contribuição de um trabalhador em contrato CLT são acordados como experiência. Após esse período, o colaborador é de fato efetivado e, com isso, pode receber um reajuste salarial.  

Promoção 

Mulher loira rodeada de pessoas, sendo aplaudida, sorrindo.
Por mais clássicas que sejam, as promoções também devem acontecer conforme as normas de reajuste salarial.

Promoções de cargo tendem a ser comuns, especialmente se a sua empresa é adepta de estratégias de retenção de talentos como o plano de carreira. Neste caso, o colaborador também está apto a um aumento salarial em folha de pagamento.  

Mérito 

Talvez um dos tipos de alteração salarial mais difíceis de avaliar, afinal, necessita levar em conta diversos aspectos de produtividade e afins. No entanto, o aumento salarial por mérito é também uma possibilidade a ser considerada pelas empresas. 

Transferência 

Um tipo de alteração salarial comum em empresas que necessitam que os colaboradores se desloquem até outras cidades e regiões. Neste caso, o que diz a lei do regime CLT é que seja pago um valor mínimo de 25% sobre o salário durante todo o período da transferência.  

Reclassificação 

Quando são atribuídas novas funções ou responsabilidades a um colaborador, ele deve ter seu salário reajustado. Geralmente, nestes casos, as novas funções são de maior complexidade do que as anteriores. 

Ajustes de mercado 

Pessoa olhando para notebook e fazendo anotações em caderno.
Os ajustes de mercado dependem dos acordos entre sindicatos, colaboradores e empresas.

No caso de aumento salarial para ajustes de mercado, tudo irá depender da categoria de atuação e também da localidade em que a empresa se encontra. Afinal, esses são fatores determinantes no piso salarial da categoria. Sendo assim, implica diretamente no valor que deverá ser reajustado para que se mantenha equilibrado ao restante do mercado. 

Convenção coletiva 

É como o processo de reajuste salarial junto ao sindicato. Neste caso, uma convenção coletiva irá analisar a coerência entre o salário atual com as demandas econômicas e sociais do país. A partir daí, é avaliada a necessidade de calcular reajuste salarial pela inflação e afins.  

O reajuste salarial é um direito de todo trabalhador e empresas que não o realizam tendem a sofrer severas punições trabalhistas.  

Portanto, se mantenha atualizado junto ao conselho sindical da categoria em que atua e faça o reajuste! 

Para ajudar o departamento pessoal a manter os melhores processos e garantir atuação estratégica, o MIXTRA preparou um kit de planilhas para diminuir turnover. Mensure suas ações e elabora planos de ação rapidamente com ele. Clique na imagem e baixe gratuitamente! 

Clique e baixe o kit de planilhas de turnover gratuitamente.

Equipe Mixtra

O MIXTRA é parte do Grupo DB1

Há mais de 20 anos trabalhando com expertise em tecnologia, o Grupo DB1 desenvolve soluções para os segmentos de e-commerce, de fintechs e de transformação digital.

Especialistas em automação e em inovação alinhadas à valorização de pessoas, o Grupo DB1 está há 12 anos sendo reconhecido pelo Great Place to Work dentro de diversas categorias.

Há dois anos consecutivos, o grupo é reconhecido como uma das empresas que mais crescem na América Latina pela Financial Times e conta, hoje, com mais de 800 colaboradores.
Maringá: +55 (44) 3033-6303

Avenida Carneiro Leão 563 Centro Empresarial Le Monde 2° andar sala 9, Maringá - PR CEP 87014-010

Assine nossa Newsletter